quinta-feira, 11 de abril de 2013

Harmonização com vinhos


     Pego de surpresa por um pedido do meu grande amigo, e “Maníaco”, Fernando, estou aqui escrevendo o primeiro post sobre algo líquido e alcoólico para esse blog que eu curto bastante. E o líquido em questão é o Vinho.


     Trocando algumas idéias sobre o blog, e aproveitando que meu trabalho gira em torno dessa bebida milenar, começamos a pensar no que podíamos abordar para esse primeiro post sobre vinhos aqui no Gastromaníaco. Lógico, como bons amigos que somos, conversamos várias vezes sobre um possível tema, e nunca chegamos a decisão nenhuma, rs!. Quando nessa última conversa, a que rolou o pedido para um post novamente, a pouco tempo atrás, resolvi que sentaria pra escrever sobre algum assunto interessante, legal para o leitor, sem aquelas papagaidas todas dos blogs de vinho espalhados aos montes pela internet, e que passasse um pouquinho de informação que seja realmente útil pra quem conseguir passar dessa parte do texto, que até agora não foi tão útil assim, mas enfim…

     Dando uma fuçada nos assuntos e receitas que já foram abordados no blog, percebi que poucos ou nenhum indicavam algum tipo de harmonização entre bebida e comida, e se o fazem, infelizmente, não são com vinho. Logo, tive a idéia de analisar melhor algumas das receitas mais recentes e os pratos degustados em algumas das visitas aos restaurantes/lanchonetes que apareceram por aqui e indicar, ou pelo menos tentar, escolher alguns rótulos que melhorem nossas gulodices gastronômicas.

     Então, vamos logo ao que interessa. Já que muitos posts tem ralação com hambúrgueres, porque não tentar algo com eles?. A receita deste link (Como fazer Hamburguer), basicamente ensina como preparar um dos diversos estilos existentes, e este eu aprovo por já ter saboreado. Se pensarmos direto no hambúrguer, sem nenhum tipo de complemento, a tarefa de buscar um vinho para a harmonização fica bem mais tranquila, já que só precisamos de um tinto, de médio corpo, com algum tempo de passagem por madeira e que tenha taninos presentes.

     Os taninos são super importantes para a harmonização com carnes. Sentimos eles através daquela sensação de secura que toma conta do nosso palato sempre que tomamos um vinho tinto, e que dependendo do estilo e da uva se apresenta em diferentes quantidades. Mas, como um bom hambúrguer sempre vem acompanhado, neste caso específico, temos a presença de alguns queijos (mussarela, cheddar e catupiry), além da cebola adocicada e bacon. Aí a coisa fica um pouquinho mais complicada. Mas vamos por partes (vc já pensou no Jack Estripador né!).  Como temos agora a presença de bastante gordura, por conta dos queijos e do bacon principalmente, precisamos de um vinho que tenha uma acidez legal, e que, levando em conta o doce da cebola, tenha algum toque adocicado, tanto nos aromas como no paladar. Dito isto, na minha humilde opinião, podemos testar harmonizações com alguns rótulos de Cabernet Sauvignon, Syrah e Zinfandel. 

     Na Cab.Sauvignon e na Syrah é importante buscarmos estilos mais estruturados, principalmente para a Syrah, que apresenta bastante aromas e sabores de especiarias, tais como pimenta do reino e canela, frutas negras tipo ameixas maduras, e quase sempre toques de cacau ou chocolate amargo, e na boca apresenta taninos médios e sedosos, que devem se integrar com as nuances do lanche. Exemplos legais, seguindo esta linha, e sem falar em nenhum vinho em especial, encontramos aqui na nossa vizinha Argentina, nos rótulos vindos de regiões mais altas de Mendoza, como o Vale do Uco, e no Chile dos tintos provenientes dos pés da Cordilheira do Andes, ou até de alguns feitos em regiões costeiras mais frias, como San Antonio.

    
     Já a Zinfandel, que é mais difundida na Califórnia, nos Estados Unidos, normalmente já apresenta em seus vinhos essas características que precisamos, e que até por uma questão de regionalidade, se saem muito bem com os hambúrgueres, tipicamente americanos.

            Espero que gostem do post e que se interessem cada vez mais por vinhos. Fica aqui minha pequena contribuição para o blog. Qualquer reclamação, encaminhar à diretoria. Grato!

     Gostaria muito de agradecer meu amigo Bruno Cauchioli que é pós graduado em Negócios do Vinho e sem duvida sabe muitas coisas sobre essa maravilhosa bebida e quem sabe ele volta a escrever mais vezes aqui para nosso blog.

     Ficou com alguma dúvida, tem alguma critica ou sugestão? Deixe um comentário que iremos responder com o maior prazer. Você também pode nós seguir no twitter através do @gastromaniacooo, se você gosta de fotos de comidas dê uma passada no nosso instagram pelo @gastromaniaco e curta nossa página no facebook através do www.facebook.com/gastromaniacoo

2 comentários:

  1. Nossa! Ja quero experimentar essa mistura! Duas coisas que A-D-O-R-O!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Experimente que não vai se arrepender!

    ResponderExcluir

OCIOSO!